Mofo No Guarda-Roupa: 10 Regras Para Evitar Um Armário Embolorado

Apesar de ser mais comuns em ambientes como cozinha e banheiro, o mofo também pode surgir no quarto. Mais especificamente, em móveis escuros e fechados – como no guarda-roupa. Quando temos um problema com umidade, qualquer lugar coberto pode se tornar um lar para fungos. Felizmente, existem alguns hábitos e maneiras de diminuir o aparecimento do mofo, e até mesmo de erradicá-lo de uma vez por todas. Este guia irá te ensinar dicas preciosas para que seu guarda-roupa esteja sempre limpo e livre de mofo.

 

 

Como limpar parede de armário com mofo
O mofo surge facilmente em quinas de áreas com alta umidade.

O que é mofo?

Mofo, ou bolor, é um tipo de fungo que cresce em áreas úmidas, escuras e pouco ventiladas. Um dos principais sintomas do aparecimento de mofo é o cheiro bem característico – aquele famoso “cheiro de lugar fechado”. Os fungos responsáveis pelo emboloramento se alastram muito rápido. É importante acabar com o mofo o mais rápido possível.

Como identificar o mofo?

O mofo tem um aspecto macio. Em casos mais avançados, pode até possuir algumas “penugens”. Ainda assim, faça o possível para evitar tocá-o, uma vez que ele pode desencadear alergias. A coloração do mofo varia de acordo com a quantidade de luz e umidade recebidas. Normalmente, ele possui tons pretos, acinzentados e verdes.

 

Como identificar mofo e bolor
Em estágios mais avançados, o mofo fica com esse aspecto “peludo”, em que libera esporos muito mais rapidamente.

Por que é importante limpar mofo?

De acordo com a OMS, o mofo pode ser extremamente prejudicial à saúde. As doenças causadas pelo bolor podem variar desde simples alergias e enxaquecas, até sangramento nos pulmões e asma. Ademais de prejudicar a saúde, o mofo também ataca a aparência e o material dos objetos por onde se alastra. Em casos mais sérios, os danos causados pelo emboloramento podem ser irreversíveis.

O que causa mofo no guarda-roupa?

O bolor aparece no guarda-roupa quando há presença de umidade. Além disso, ele se prolifera rapidamente em ambientes fechados e com pouca ou nenhuma iluminação.

  1. Infiltração: seja por conta de chuvas ou vazamentos, a infiltração na parede e no forro pode facilmente causar mofo no guarda-roupa.
  2. Goteira: uma goteira acima do guarda-roupa é a oportunidade perfeita para o surgimento de mofo.
  3. Umidade: o mofo se aproveita da umidade para crescer em qualquer circunstância. Por isso, guardar roupas úmidas é um erro crucial. Se você mora em uma região com muita umidade no ar, deve estar sempre em alerta para o surgimento de bolor.

Como evitar mofo no guarda-roupa?

Confira agora as melhores dicas para evitar completamente o aparecimento de mofo no guarda-roupa:

Como limpar jaqueta de couro com bolor
O mofo surge até mesmo em tecidos mais rígidos, como nesta jaqueta de couro completamente embolorada.

1 – Guarde roupas secas

Sempre espere as roupas secarem por completo antes de guardá-las. Blusas, calças, vestidos e até mesmo sapatos levemente úmidos podem encorajar o crescimento de mofo.

2 – Mantenha as roupas limpas

Nunca guarde roupas sujas no mesmo armário que as roupas limpas. O mofo usa a sujeira e farelos de comida para se alastrar mais rapidamente, destruindo tecidos como algodão, linho, viscose, seda e lã.

3 – Faxine o guarda-roupa

É importante realizar uma faxina completa no guarda-roupa pelo menos uma vez ao mês. Limpe as prateleiras, aspire o chão e os cantos do armário e deixe-o com as portas abertas por algumas horas para estimular a ventilação.

4 – Deixe as roupas bem organizadas

Roupas aglomeradas são outra receita para o crescimento do mofo. Sendo assim, lembre-se de mantê-las organizadas e com um bom espaço entre elas. Caso não haja muito espaço disponível, confira algumas dicas para organizar guarda-roupa pequeno.

Como guardar roupas no guarda roupa
Na hora de escolher a melhor embalagem para guardar roupas dentro do armário, escolha as embalagens feitas em materiais respiráveis, como este tecido furadinho.

5 – Use vinagre na limpeza

Ainda que sejam muito eficientes para remover bolor da cozinha ou banheiro, a água sanitária não é indicada para limpar o guarda-roupa. O cloro é um produto agressivo, que tem altas chances de danificar a madeira. O vinagre, no entanto, é muito eficiente para acabar com o mofo, mas sem agredir os móveis. Na hora da faxina, borrife um pouco de vinagre em todo o guarda-roupa e deixe evaporar.

6 – Não guarde roupas em sacolas

Sejam sacolas plásticas, embalagens ou sacos de proteção para ternos e jaquetas, nunca guarde roupas ensacoladas no guarda-roupa. O plástico armazena umidade muito facilmente, portanto, facilita o surgimento de mofo. Se precisar de proteção extra para alguma pela, opte por embalagens feitas de materiais respiráveis.

7 – Abra as portas do guarda-roupa

Sempre que possível, deixe as portas do guarda-roupa abertas para estimular a circulação de ar. Você pode até posicionar um ventilador em frente ao armário para uma ajuda extra. Todavia, fique atento ao ambiente: se o seu guarda-roupa fica próximo ao banheiro, matenha-o fechado quando o chuveiro estiver ligado. Uma ótima alternativa são os guarda-roupas com mais espaço aberto, como este belo modelo de guarda-roupa de solteiro.

Lampada para guarda roupa
Pela internet, você pode encontrar diversas lâmpadas de LED de fácil instalação próprias para o guarda-roupa; alguns modelos possuem até um sensor para acender automaticamente quando as portas se abrem.

8 – Seque e limpe poças de água

Seja água ou outro líquido, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos recomenda que qualquer poça seja devidamente seca em um período de 24h a 48h. Higienizar o local neste espaço de tempo reduz as chances do aparecimento de mofo. Em um ambiente fechado e escuro como o guarda-roupa, devemos secar a área úmida o mais rápido possível, uma vez que as condições para emboloramento são muito propícias.

9 – Instale uma lâmpada

Uma vez que o mofo aparece mais em lugares escuros, uma solução para mantê-lo afastado é deixar as luzes acesas. Você pode usar um abajur ou luminária para criar luz dentro do guarda-roupa. O indicado é manter uma luz acesa por cerca de 6 horas ao dia, para queimar e secar qualquer fungo causador de mofo.

10 – Dê atenção ao chão e aos cantos

O chão e as quinas do guarda-roupa são as áreas mais fáceis de embolorar. Sendo assim, evite ao máximo guardar itens no chão do armário, e mantenha-o frequentemente limpo.

 

 

Conclusão

Em resumo, se tem uma coisa que você não quer ver no seu guarda-roupa, é o mofo. E não é só pelo cheiro desagradável: ademais de danificar as roupas e os móveis, o bolor também é muito prejudicial à saúde. Com as dicas disponíveis neste artigo, você garante que os guarda-roupas de sua casa estejam sempre 100% livres de mofo. Desse modo, você mantém a qualidade tanto das suas roupas quanto da sua saúde.

Deixe um comentário